A Transição Capilar de Ludmilla

A transição capilar é um processo lento, difícil que, mais do que estética, é uma questão identitária: de se reconhecer enquanto mulher negra, ter a liberdade de se expressar e dizer quem você é!

Desde que a cantora surgiu, além de suas músicas, Ludmilla ficou famosa por ser uma camaleoa quando o assunto é cabelo: já usou tranças, chanel, long bob e das mais diversas cores. Por isso, muitos se perguntavam como era o cabelo real da Ludmilla. Até que nesses últimos dias saiu a foto de capa da revista Cosmopolitan em que a cantora aparece brilhando com os fios naturais.

Em vídeo, Lud contou que começou a alisar o cabelo desde o 7 anos, pois acreditava que seu cabelo era feio. Na escola, a cantora contou que ela era a única a ter cabelo crespo, todas as meninas tinham cabelos lisos e, isso fez com que ele sentisse vergonha do cabelo que tinha.

Para tornar o processo, mais leve, Ludmilla investiu nas laces (perucas), explicando os múltiplos cabelos. Para o Estadão, a cantora afirmou: "Usei mega hair por muito tempo. Quando cortei bem curtinho, meu cabelo estava quebrado e espigado. Foi quando eu comecei a tratar e vi que os cachos podiam ser bonitos"

  • Facebook Tombay
  • Instagram Tombay
  • Pinterest Tombay
  • YouTube Portal Tombay

© 2017 por Tombay  | By Acerte Virtual